30 de set de 2008

carta às entidades de livros

mandei essa cartinha para a cbl, o snel, a abrelivros e todas as respectivas listas de associados, um a um. ufa! ninguém vai poder dizer que não sabe.

À Câmara Brasileira do Livro

Prezados srs. diretores, conselheiros e associados da CBL

Desde outubro de 2007 avolumam-se as notícias na imprensa sobre irregularidades cometidas em livros publicados por algumas editoras de projeção. Tais práticas consistem na publicação de grandes obras da literatura universal, em traduções feitas no passado por importantes nomes de nossa cultura nacional, todavia agora atribuídas a outros nomes quaisquer.
É uma situação muito grave, pois essa substituição indevida dos nomes dos tradutores em dezenas e dezenas de livros tem sido estampada em milhões de exemplares, que estão presentes em lares, escolas e bibliotecas de todo o Brasil. Esses livros têm se tornado referência bibliográfica constante em pesquisas, artigos e teses acadêmicas, sendo até mesmo indicados como bibliografia para concursos públicos, vestibulares e exames em geral.
Urge defendermos a integridade da produção editorial no país. Esperamos contar com a firme posição da Câmara Brasileira do Livro em defesa do público leitor, do trabalho intelectual e da sociedade em geral.

Atenciosamente,

Denise Bottmann
dbottmann@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.