30 de mai de 2008

palimpsesto XVI

mas nunca se queixou de seus males e não creio que se apoquentasse muito por eles, aceitando-os, resignada, como uma conseqüência natural de sua desventura.

pirandello, o falecido mattia pascal, trad. mário da silva
(porém, segundo a ed. nova cultural, seria fernando corrêa fonseca)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários anônimos, apócrifos e ofensivos não serão liberados.